terça-feira, 26 de maio de 2009

Sem título



Eu quero ser livre

Eu quero ser louca

Quero ser solta

Quero ser alma, âmago

Quero ser um cometa descobrindo a cada minuto

Mais um pedaço do universo

Quero ter asas de borboleta e garras de gavião

Rosto de fada e coração de leão

Quero dar um grito que o mundo inteiro ouça

Quero ser estopim

Explosão de bomba

Ter energia de estouro

Quero um rugido de fera

Força de dragão

E quero ser livre

Quero ser cometa

Solto e cheio de força

Que enche de graça

E também de terror


By Tati Tinúviel


Um comentário:

Rafiki disse...

Sou filho do encontro de nuvens
Sou trovão, chuva, vento e tempestade
Sou também relâmpago e luz
Sou filho de Tupã, meu pai.